Image

Rodrigo Aguiar Sobral de Alexandre Cunha

Email: rodrigo.cunha@universidadeeuropeia.pt
Degree: Ph.D.
Scientific Area: Philosophy
Affiliation:UE-IADE
Category: Professor associado
ORCID: 0000-0002-8412-3571
Languages: Castelhano, Francês, Inglês.
Research Interests:
Arqueologia, Arquitectura, Biologia, Botânica, Cinema, Cosmologia, Cristalografia, Design, Ecologia, Epistemologia, Escultura, Estética, Ética, Filologia, Filosofia, Hermenêutica, História, Linguagem, Literatura, Música, Paisagística, Pedagogia, Pintura, Poesia, Política, Psicologia, Ritmanálise, Semiótica, Sociologia Cognitiva, Teologia, Tradução.


O investigador, licenciado e mestre em filosofia (summa cum laude, em 1997) pela Universidade Católica de Lisboa e doutor em filosofia (summa cum laude, em 2005) pela Universidade de Évora, produz conhecimento científico desde 1999, publicado e reconhecido nacionalmente e em certos ramos internacionalmente, nas seguintes áreas (por ordem alfabética): Arqueologia, Arquitectura, Biomorfologia, Comunicação, Cosmologia, Design, Ecologia, Epistemologia, Escultura, Estética, Ética, Filologia, Filosofia, Hermenêutica, História, Linguagem, Literatura, Música, Paisagística, Pedagogia, Poesia, Política, Psicologia, Ritmanálise, Semiótica, Sismologia, Sociologia Cognitiva, Tradução (francês, inglês, italiano). Além de dezenas de artigos em contextos científicos, escreveu 17 livros, entre os quais a tese de doutoramento (com apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia) «A Teoria Silvestrina da Harmonia do Universo», publicada pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda em 2008, a convite do então presidente da IN-CM António Braz Teixeira. Na última década, o investigador tem-se centrado na área emergente da Ritmanálise, desenvolvendo projectos científicos (p. ex. em pós-doutoramento apoiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia entre janeiro de 2008 e dezembro de 2012: «Ritmanálise: um novo modelo de conhecimento», com o acolhimento do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa), efectuando nesta área publicações de livros (3), artigos (9), diversas comunicações, seminários e conferências, participando em congressos, com actividades em instituições de investigação (p. ex. no Instituto de Biologia Molecular do Porto) e no ensino superior (p. ex. na Escola Superior de Belas-Artes ou na Universidade Católica), etc., avançando inovadoramente o conhecimento do princípio rítmico na base da vida, da sociedade, da comunicação e das artes; e bem assim promovendo a iniciação científica de estudantes (p. ex. em Seminário do Doutoramento em Design no IADE em 2013 ou em Seminário na Universidade Lusíada em 2015, ambos sobre Ritmanálise), sempre no respeito pelas práticas e os princípios de ciência aberta e seus benefícios para a felicidade do homem em sociedade. Entre vários, dois exemplos do reflexo internacional desta investigação sobre «ritmanálise» encontram-se no site «Rhuthmos – Plataforme internationale et transdisciplinaire de recherche sur les rythmes dans les sciences, les philosophies et les arts»: http://rhuthmos.eu/) ou nas Actas do Colóquio Internacional «Processos Criativos em Arte» / «Creative Processes in Art». Proceedings of the International Colloquium, Lisboa, 12-13 de Setembro de 2013 (pp. 229-238), Outubro 2014 ISBN 978-989-8771-06-3 / 587 pp. http://www.fba.ul.pt/publicacoes/creative-processes-in-art/ . Uma síntese desta produção de conhecimento encontra-se em livro em Cunha, R.S. (2010). O Essencial Sobre a Ritmanálise, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda. Nos últimos 5 anos, o investigador tem desenvolvido o Projecto «Religare», onde tem privilegiado as questões do biodesign e da comunicação no âmbito ecológico, em abordagem transdisciplinar entre arte, ciência e filosofia, centradamente na área sinestésica da Paisagem. A Paisagem como último reduto esteticamente, eticamente e epistemologicamente possível para a compreensão humana da Natureza, daqui dependendo o futuro do homem sobre a Terra. Neste âmbito de pesquisa o autor publicou 7 livros e 18 artigos em revistas e jornais, capítulos de livros de actas, participando em colóquios internacionais (3) e nacionais (4), em entrevistas, programas e documentários televisivos e organizando 2 grandes colóquios com 80 oradores de renome nacional e internacional.

Research projects

Nos últimos 5 anos, o investigador tem desenvolvido o Projecto «Religare», onde tem privilegiado as questões do biodesign e da comunicação no âmbito ecológico, em abordagem transdisciplinar entre arte, ciência e filosofia, centradamente na área sinestésica da Paisagem. A Paisagem como último reduto esteticamente, eticamente e epistemologicamente possível para a compreensão humana da Natureza, daqui dependendo o futuro do homem sobre a Terra. Neste âmbito de pesquisa o autor publicou 7 livros e 18 artigos em revistas e jornais, capítulos de livros de actas, participando em colóquios internacionais (3) e nacionais (4), em entrevistas, programas e documentários televisivos e organizando 2 grandes colóquios com 80 oradores de renome nacional e internacional.

Publications

2017

Cunha, R. S. (2017, May). Organização, Comunicação e Moderação do Colóquio «Primavera Eterna» nos 150 anos do nascimento de Raul Brandão e no centenário do «Húmus». Sintra, Portugal: Palácio de Seteais.

Cunha, R. S. (2017, March). Coordenação e Nota de «Sintra – Edith Forjaz», catálogo de pintura.

Cunha, R. S. (2017). A Coisa na Obra de Raul Brandão. In V. P. Viçoso & M. J. Reynaud (Eds.), Colóquio Internacional Evocativo do Centenário da publicação de «Húmus». Guimarães, Portugal: Organização da Sociedade Martins Sarmento.

Cunha, R. S. (2017). A Coisa na Obra de Raul Brandão. Nova Águia - Revista de Cultura Para o Século XXI, 72–82.

Cunha, R. S. (2017, January). Em busca do ritmo perdido. In Catálogo da Exposição Binário do pintor Bruno Castro Santos (patente entre 19 de Janeiro e 2 de Março de 2017 na Galeria João Esteves de Oliveira), Layout Atelier Henrique Cayate. Lisbon, Portugal.

Cunha, R. S. (2017, March 25). Raul Brandão. Conferência No Ciclo de Tertúlias de Cultura Portuguesa Nos 150 Anos Do Nascimento de Raul Brandão e António Nobre. Porto, Portugal: Ateneu Comercial do Porto.

2016

Cunha, R. S. (2016). Estudo e edição da obra de Carlos Queiroz. In Paisagem Portuguesa(p. 104). Sintra: Feitoria dos Livros.

Cunha, R. S. (2016, May). Em torno d’O Crocodilo de Louis-Claude de Saint-Martin. Congresso Lusófono Sobre Esoterismo Ocidental. Lisbon, Portugal: Universidade Lusófona.

Cunha, R. S. (2016). Lacerda (Aarão de). In M. L. S. Ganho (Ed.), Dicionário Crítico de Filosofia Portuguesa(pp. 287–290). Lisbon, Portugal: Temas e Debates. Círculo de Leitores.

Cunha, R. S. (2016). Filosofia da Paisagem na Obra de António Quadros: no Primeiro Barroco Atlântico. Colóquio Internacional António Quadros, Obra, Pensamento, Contextos. Lisbon, Portugal: Universidade Católica.

Cunha, R. S. (2016). Uma história do design segundo Vilém Flusser (do Homem Manual ao Homem Robot). In R. Cunha, A. G. Couto, & M. Gandra (Eds.), Que coisa é o design?(pp. 31–40). Lisbon, Portugal: Edições IADE. Retrieved from https://www.dropbox.com/s/2ls5aikdcioaisg/2016 QUE COISA É O DESIGN_.pdf?dl=0

Cunha, R. S. (2016, September). A paz no extremo-ocidente: Sintra e a tradição da concórdia (comunicação oral). Colóquio Comemorativo Do Dia Internacional Da Paz - «Sintra Como Exemplo de Comunhão Entre Povos e Culturas». Sintra, Portugal.

Cunha, R. S. (2016, October). A Xorca de Sintra (interpretação de uma jóia da Idade do Bronze). V Encontro de História de Sintra. Sintra, Portugal.

Cunha, R. S. (2016). Anteface do Crocodilo. In L. C. Saint-Martin (Ed.), O Crocodilo(pp. 13–33). Lisbon, Portugal: Zéfiro Edições.

Cunha, R. S. (2016). Uma palavra sobre o significado de “design.” In R. Cunha, A. G. Couto, & M. Gandra (Eds.), Que coisa é o design?(pp. 41–44). Lisbon, Portugal: Edições IADE.

Cunha, R. S. (2016). O Colar de Sintra. Sintra: Edições Castelo do Amor.

Cunha, R. S. (2016). Filosofia da Paisagem na Obra de António Quadros. In R. Cunha, A. G. Couto, & M. Gandra (Eds.), Que coisa é o design?(pp. 183–188). Lisbon, Portugal: Edições IADE.

Cunha, R. S. (2016). A Árvore da Vida. Nova Águia – Revista de Cultura Para O Século XXI, (18), 234–237.

2015

Cunha, R. S. (2015). The Meaning of Design (in Three Words). In E. Duarte, C. Duarte, & F. C. Rodrigues (Eds.), Proceedings of the 8th International Conference Senses & Sensibility: Design as a Trade(pp. 181–182). Lisbon, Portugal: UNIDCOM/IADE.

Cunha, R. S. (2015, October). Organização do Seminário “Ritmanálise.” Lisbon, Portugal. Retrieved from http://news.lis.ulusiada.pt/Início/Detalhes/TabId/3023/ArtMID/2443/ArticleID/6928/Lus237ada-recebe-o-Prof-Rodrigo-Sobral-Cunha-para-falar-de-ritman225lise.aspx

2014

Cunha, R. S. (2014). Som, Língua e Espiritualidade. In Casa do Fauno (Sintra). Sintra, Portugal.

Cunha, R. S. (2014). Prefácio. In Rio dos Bons Sinais – Antologia Universal Lusófona. Cascais, Portugal: Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora.

Cunha, R. S. (2014). Raul Lino na curva do tempo. Nova Águia – Revista de Cultura para o século XXI. Lisbon, Portugal: Zéfiro Edições.

Cunha, R. S. (2014). Posfácio. In Os Paços Reais da Vila de Sintra (Prefácio de Ana Tostões). Colares Editora.

Cunha, R. S. (2014). Arte polifónica. As Artes Entre as Letras, 11 de Junho.

Cunha, R. S. (2014, March). A Primeira Casa de Raul Lino. As Artes entre as Letras.

Cunha, R. S. (2014). Prefácio e Antologia. In Estudo introdutório e selecção de textos de Raul Lino. Sintra, Portugal: Colares Editora.

Cunha, R. S. (2014). A Ritmanálise. In Actas do Colóquio Internacional «Processos Criativos em Arte», Lisboa, 12-13 de Setembro de 2013(Vol. 229–238). Lisbon, Portugal. Retrieved from http://www.fba.ul.pt/publicacoes/creative-processes-in-art/

2013

Cunha, R. S. (2013). A Saudade dos Heróis. Vico na Razão Atlântica. Estremoz: Al-Barzakh.

Cunha, R. S. (2013). Uma Ave na Ilha do Amor, in Catálogo da Exposição do pintor Carlos Aurélio Uma Ave-Maria na Ilha de Camões (patente entre 18 de Maio e 8 de Junho de 2013 no Palacete dos Viscondes de Balsemão). Lisbon, Portugal: Fundação Lusíada.

Cunha, R. S. (2013). Filosofia da Paisagem na Obra de António Quadros: no Primeiro Barroco Atlântico. In Actas do Colóquio Internacional “António Quadros, Obra, Pensamento, Contextos. Nos 90 anos do seu nascimento e 20 da sua morte. Universidade Católica Portuguesa.

Cunha, R. S. (2013). Dossier Silvestre Pinheiro Ferreira – no bicentenário das prelecções filosóficas. Civilização e Linguagem na sua obra. Nova Águia – Revista de Cultura Para o Século XXI. Lisbon, Portugal: Zéfiro Edições.

Cunha, R. S. (2013, November 27). Portugalidade e Lusofonia: entre Teixeira de Pascoaes e António Quadros. Comunicação No Colóquio «Portugalidade e Lusofonia», a Convite Da Sociedade Histórica Da Independência de Portugal, No Palácio Da Independência.

Cunha, R. S. (2013). A Europa Culta e o Mar Português (apontamento). Nova Águia – Revista de Cultura Para o Século XXI. Lisbon, Portugal: Zéfiro Edições.

Cunha, R. S. (2013). Pinharanda. Estudos e Testemunhos. In Pinharanda Gomes – a Obra e o Pensamento. Sintra, Portugal: Zéfiro Edições.

Cunha, R. S. (2013, September 23). O Neo-Pitagorismo Criacionista. Omunicação No Colóquio “O Pitagorismo e Os Mistérios Da Grécia Antiga”. Casa Do Fauno, Quinta Dos Lobos. Sintra, Portugal.

Cunha, R. S. (2013, September). O Médico Jacob de Castro Sarmento. Comunicação Apresentada No Congresso “Luís António Verney e a Cultura Luso-Brasileira Do Seu Tempo", Organizado Pelo Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, Pela Universidade Do Minho, Pela Universidade Do Porto e Que Teve Lugar Na Biblioteca Nacional.

Cunha, R. S. (2013). Crestomatia ou vinte velas, para apagar ou acender, nos duzentos anos do nascimento de Kierkegaard (antologia). Nova Águia – Revista de Cultura Para o Século XXI. Lisbon, Portugal: Zéfiro Edições.

MASTER SUPERVISONS



Concluded
    • Ana Isabel Silva Marques, “Origem e Destino da arquitectura: a Metaluz”, 2014, Mestrado em Comunicação e Imagem (IADE, classificação de Muito Bom ou 20 valores).
    • Adriana Filipa Figueiredo de Sousa Lobato, “A Questão da Identidade no Contexto da Comunicação Social”, 2013, Mestrado em Comunicação e Imagem (IADE, com a classificação de Bom ou 16 valores).
    • Nuno Miguel Ribeiro Baltazar, “Mensagens Subliminares na Publicidade”, 2012, Mestrado em Comunicação e Imagem (IADE, com a classificação de Bom ou 15 valores).
    • Ivan Ferreira, “A ética da Publicidade Sustentável e a Ambiguidade na comunicação das Marcas”, 2009, Mestrado em Publicidade (IADE).
    • Andreia Sofia Loureiro Martins, “Publicidade, arte e ciência”, 2009, Mestrado em Publicidade (IADE, 2009).